Dicas para conservar roupas.

croqui_barbie_1Como é grande a concorrência com produtos importados, veja bem se vale a pena comprar aquela blusa básica da mesma marca que você comprava a alguns anos atrás. Mas com certeza você encontrará uma blusa bem parecida nas lojas de saldos, é só garimpar, e ainda terás roupas de qualidade no armário. Se não, terás que comprar duas ruins, que com certeza são ruins de passar, encolhem, desbotam,…um horror , sai mais caro e se for algodão dá para perceber a diferença até no conforto de vestir;

Quando for comprar uma calça, pense o quanto você gastará, se você ver uma blusa incrível,… coloque na balança e compre a calça e a blusa pelo preço pensado só para a calça. Isso parece ridículo, mas é possível, principalmente se você costuma gastar um pouco mais.

Uma dica ainda é comprar roupas básicas e discretas e variar nos acessórios, só a bolsa/colar/relógio e o calçado já fazem muita diferença. Ou mesmo um colete ou blusa de manga leve jogado por cima e nem parece que usou a mesma blusa na semana passada. Dobrar manga, colocar pra dentro da calça,…são inúmeras as opções.

Mas fora meu lado pão-duro, vamos a umas dicas de conservação:

Lavar sempre com água fria, pois água quente estraga a trama de qualquer tecido e o faz rasgar, assim como a água sanitária, evite. Já existem outros produtos branqueadores que fazem o trabalho, num pote rosa…

Acontecendo algum acidente com a roupa, separe-a junto com outras que precisem ser arrumadas, encurtadas, pregar botões,…para fazer tudo de uma vez, com maior motivação.

Dica mais profí: Evite lavagem a seco  Máquinas de lavagem a seco usam tetrachloroethylene, uma substância cancerígena. Procure lavanderias que trabalhem com “wet cleaning” ou CO2 líquido. Muitas peças que antes eram lavadas a seco agora podem ser lavadas a mão, especialmente as de seda, lã e linho. Fique de olho nas etiquetas. Se você preferir recorte as orientações e cole em um pequeno caderno ou guarde em uma caixinha para conferir quando precisar.

Compre peças usadas, troque com amigas, acessórios então, saem muito mais em conta, mas não esqueça de lavar tudo com desinfetante, sim desinfetante do tipo “Pinho… “esses mesmo, 1/3 de copo, mas diluído na água (naquela parte da máquina onde diz Alvejante), “pelamordedeus”, o mesmo vale pra roupas íntimas, roupas de cama e toalhas.

Roupas brancas com manchas de suor, utilize vinagre branco, meio copo é o suficiente. Faz o milgare;

Junte muita roupa antes de lavar, para economizar na água, luz, sabão e amaciante (e serviço). Acostume-se a deixar as roupas de molho de um dia para o outro.

Na hora de estender, pense em quem vai ficar horas debruçado sobre a mesa e depois é você que vai aguentar a pessoa reclamando de dor nas costas. Estenda sem esticar para evitar que deformem, dê aquela sacudida básica que também ajuda;

Se estiver procurando por uma lavadora nova, verifique se possui selo de economia energética (no Brasil, do Inmetro). A mesma dica vale para os ferros elétricos.

Muitas empresas, além de cuidarem da natureza, investem em sustentabilidade e responsabilidade social. Valorize e incentive esse tipo de ação. Procure saber onde ficam as fábricas das empresas que você compra. Muitas multinacionais utilizam abordagens de mercado que incluem maximizar o lucro e deixar de lado preocupações humanitárias, como a luta pelo fim da exploração de mão-de-obra infantil e escravidão (problemas comuns em países latinos, asiáticos e africanos).

Ao optar por blusas de PET, pense se você não é alérgico a sintéticos, orgânicos como algodão são sempre mais confortáveis e permitem a transpiração sem causar alergias, etc. (Inclusive roupas íntimas)

Observe aquelas roupas e acessórios antigos e descubra um potencial fashion adormecido. Caso não agrade a ideia, reúna o que não precisa mais e leve a entidades carentes. Se nós não encontramos novidade, outros encontrarão. Não é porque aquele vestido não está na próxima tendência que ele merece ir pro lixo. Se for algo que de-jeito-nenhum-você-usará-novamente, venda, troque, doe. Há muita gente no mundo precisando de ajuda. Fique informado sobre ONGs e entidades que prestam auxílio a pessoas necessitadas. Colabore com movimentos de apoio a vítimas de catástrofes climáticas (como enchentes e tempestades). É uma maneira de amenizar as consequências do aquecimento global e motivar uma mudança. Com inf da Eco Trends & Tips

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s